Dicas para criar a persona de comprador eficaz

FacilityPrint > Blog  > Dicas para criar a persona de comprador eficaz
Dicas para criar a persona de comprador eficaz

Dicas para criar a persona de comprador eficaz

Você sabe quem são seus clientes ideais? Se você tem uma ideia geral, mas poucos detalhes, criar personas do comprador é uma maneira extremamente útil de entender melhor seu público-alvo. Ou seja, usados ​​com cautela, eles são uma ótima ferramenta. Eles podem ajudá-lo a aprender mais sobre seu público-alvo e entender melhor como alcançá-lo. Confira a seguir 7 dicas para criar a persona de comprador eficaz.

Mas atenção, para obter o máximo das personas, você deve criar perfis eficazes que o ajudem a entender quem são seus clientes e como alcançá-los. Eles não o ajudarão a desacelerar as vendas em queda por si só. Portanto, embora sejam um ponto de partida vital para entender seus clientes, eles não devem ser seu único porto de escala.

O que é uma Persona do Comprador?

Uma buyer persona ou persona do comprador é um perfil fictício de um cliente ideal específico, criado usando pesquisa de mercado, insight e dados reais do cliente.

Qual é o objetivo de uma Persona do Comprador?

Uma persona de comprador é uma ferramenta que ajuda a segmentar e definir seu público, focar seus esforços de vendas e marketing, direcionar o desenvolvimento de produtos, criar campanhas de marketing mais fortes e construir conexões e confiança com seu público-alvo.

A persona do comprador identifica o que os clientes em potencial estão pensando e fazendo e fornece uma visão sobre como eles tomam suas decisões de compra, que tipos de produtos e serviços estão procurando e o que os levará a fazer negócios com sua marca.

O que seu comprador deve incluir

As personas do comprador variam de descrições básicas e dados demográficos básicos a perfis ricamente enfeitados que cobrem tudo, desde os pensamentos e sentimentos imaginários de um cliente até seus hábitos diários.

Como orientação geral, suas personas de cliente devem incluir:

  • Dados demográficos, incluindo idade, sexo, localização geográfica, faixa de renda, nível de educação, histórico
  • Psicografia, como hábitos, crenças, gostos, desgostos, valores e hobbies
  • Motivações, incluindo objetivos, preocupações, prioridades, resultados desejados e problemas diários que precisam ser resolvidos
  • Desafios incluindo pontos problemáticos, objeções comuns e barreiras percebidas para comprar
  • Comportamento de compra, incluindo padrões de gastos e um mapa da jornada do cliente
  • Comportamento online, incluindo sites ou plataformas sociais mais visitados, fontes de notícias preferidas e blogs favoritos
  • Critérios de tomada de decisão, incluindo qual aspecto de seu produto ou serviço é a consideração mais importante na decisão de fazer negócios com sua empresa

7 dicas para criar personas de comprador que funcionem

1. Conheça seu público 

Saiba mais sobre seus clientes atuais com pesquisas, análises de sites e monitoramento de mídia social, e converse com seus clientes e funcionários que lidam com eles para descobrir o máximo que puder sobre seus clientes.

2. Fique focado em sua marca

Incluir fatos aleatórios não relacionados ao seu negócio não fará nada para aumentar suas vendas, portanto, certifique-se de relacionar tudo em suas personas de cliente aos produtos ou serviços que você vende.

3. Use citações de clientes reais

As personas do comprador não são perfis de pessoas reais, mas citações de seus clientes reais podem ser muito úteis para permitir que você crie um retrato realista de seu cliente ideal.

4. Concentre-se em algumas personas-chave

Não há necessidade de criar um perfil para representar cada tipo de cliente que você já teve. Ter muitas personas do comprador pode ser contraproducente, porque dilui seu foco no que deveriam ser seus alvos principais. Procure ter de uma a três personas para seus principais tipos de clientes e crie mais, conforme necessário.

5. Seja específico

Em vez de usar termos gerais como “preocupado com a eficiência” ou “procurando aumentar as vendas”, então use cenários específicos que forneçam uma visão real dos sentimentos, motivações e desafios de sua pessoa.  

6. Não fique muito louco com os detalhes

Na tentativa de criar uma persona que tenha profundidade e pareça “real”, algumas empresas vão longe demais, construindo personas com tantas especificidades que não representam mais uma fatia suficientemente ampla do mercado-alvo. Suas personas devem se concentrar nas semelhanças compartilhadas daquele cliente ideal em particular.

7. Considere criar personas negativas

Por que perder tempo criando um perfil para um cliente que você não deseja? Entender quem NÃO atingir pode realmente economizar tempo e dinheiro no final, porque você não desperdiçará seus esforços com pessoas que já identificou como clientes menos do que ideais.

Gostou deste artigo então acompanhando nosso blog, toda semana temos novos artigos. Siga-nos também nas redes sociais (LinkedinFacebookInstagram, Twitter) para saber todas as novidades da Facility Print Soluções Gráficas.

Sem comentários

Deixe um comentário

Comentário
Name
Email
Website

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como posso te ajudar?